quarta-feira, março 30, 2011

...


(Foto: Google).

...


Enxergo-te nessas canções de saudade onde tudo que gira borboleteia as asas do meu único sonho: ter-te (sempre).

E as coisas que eu não sei brincam de roda diante dos meus olhos a propagar-te amor silente e vivo em tudo o que em mim cabe.

Espaço de mil outras canções meu peito consagra-te dono e rei das minhas fantasias, reais dimensões dos meus passos em teu corpo, sol dos meus desejos.

E essa que sou em planos, efeitos e tudo o mais reflete mar, céu e terra. Vida da vida que nasce, tua.


Eliane Alcântara.

4 comentários:

Poemas e Amizades disse...

Oi, Eliane, boa noite-madrugada!!
Um dos poemas de amor mais lindos que li! Doce como uma fruta, um pêssego perfeitamente doce. As canções de saudade e o sonho de ter alguém sempre (ou para sempre...), as coisas que brincam nos olhos, o amor silente mas vivo, as canções do peito, a realeza , o corpo caloroso, a reflexão de mar, céu e terra, a vida que é ofertada!... Cada verso, cada figura, cada palavra é um encantamento... são linhas apaixonantes!
Não fosse eu seu fã desde sempre, certamente me tornaria agora. E sendo seu fã agora, me torno de novo!
Lindo, lindo mesmo, Li!! Curiosamente, o título é um trema. Curiosamente, quando li, não prestei atenção no título. Quando li, e voltei ao título, voltei, por alguma razão, certo de que seria “Tua.” Mas não ouso me pronunciar. Não diante de uma das melhores poetisas que conheço. A imagem é maravilhosamente linda!
Um beijo carinhoso
Lello
P.S. Li, eu ouso perguntar a você se há a mínima possibilidade de eu compor outro poema sobre a imagem do poema “Falta”, de 07.11.09, e para a qual já dediquei no meu blog, sem ligar à imagem, o poema “Retrato em preto-e-branco”, de 31.08.10. É claro, eu sempre cito a fonte. Mas, como penso que é pessoal, sei que é difícil a concessão. Desculpe a ousadia.

Eliane Alcântara. disse...

Boa noite, Lello.
Penso que já comentei com você que suas visitas e seus comentários sempre animam. Muitas vezes penso em desistir dos blogs, então encontro seus recadinhos e sinto-me na responsabilidade de atualizar.
Agradeço o carinho de sempre para com a minha poesia. É bom escrevermos e recebermos a opinião dos outros; é mais que um incentivo – é um mimo.
De início o “tua” passou pela minha mente, mas já tenho outra com esse título, então preferi optar pelas reticências, elas dão mais liberdade a quem lê.
Fã... Nos tornamos fãs das pessoas com as quais nos identificamos. Estou sempre presente em seu espaço, sua sensibilidade e sua escrita são admiráveis, cativantes. Acabamos presos por gosto. Pode considerar mais uma fã em sua agenda. “Chumbo trocado – dizem - não dói”, sinal que empatia deve somar : )
Quanto a criação sinta-se à vontade. Legal que tenha harmonizado com a postagem.
Beijo carinhoso e, ah, amei Luz, mas isso não é novidade, amo todas. Depois passarei com mais calma (em seu blog) para deixar meu rastro – o sono já aproxima.

Poemas e Amizades disse...

Eliane, boa tarde!!
Li toda a sua resposta com um sorriso no rosto. Como é bom "chumbo trocado" partindo de uma pessoa que a gente tem como exceção, como excepcional!
Retornei aqui para ver a liberação da foto, e estou muito feliz de tê-la. Só que esqueci de que ela está com seu poema, e eu precisaria do original, o que lhe daria o trabalho de, se possível, enviar para meu e-mail (lellobandeira@hotmail.com). Também me esqueci de perguntar se é você na foto. Também esqueci de perguntar se alguém já fez um poema de sua foto do perfil. E por último (eu acho) esqueci de perguntar se você sabe o quanto um poema daquela foto deveria ficar lindo, dependendo, é claro, do poeta...
Um beijo carinhoso. Aparece lá, sim. É sempre muito especial liberar seu comentário.
Lello

Eliane Alcântara. disse...

Lello, acabei de enviar a imagem para o seu e-mail e, não, não sou eu na foto. É uma imagem que recolhi no google apenas para ilustrar o meu poema.
Sim, já ganhei um poema para a foto
que utilizo no perfil, inclusive encaminhei-o também para que o conheça.
Quando quiser ler um pouquinho mais... Estou aqui:
http://muraldosescritores.ning.com/profile/ElianeAlcantara
E esse é o endereço onde está o poema que ganhei:
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/mulher-vestida-de-purpura-a
Mais uma vez obrigada pelas suas visitas e carinho. Beijo carinhoso e uma doce noite : )