quarta-feira, maio 11, 2011

Ah... Se eu pudesse...



Se eu pudesse eu seria tudo o que te acalma
Seria a rocha impossível de se mexer
Mesmo com a chuva forte.
Seria o desvio das águas amedrontadoras
Que tanto te deixa preocupado.
Seria as asas que aquecem e te protegem,
Seria o conforto da oração,
Seria o acontecimento...
A gargalhada,
O choro de alegria,
A roupa limpinha,
As ondas do mar que batem nas pedras,
A corda bamba onde o menino trapezista brinca.
Seria o lápis,
O papel colorido,
O compasso,
As mãos do arquiteto que faz maravilhas com seus riscos.
Se eu pudesse... Eu seria a solução,
O descanso e o fim de toda a sua preocupação.
Amo este seu jeito de ser.

Ana da Cruz.


2 comentários:

Adriano César Curado disse...

Eliane, adorei o seu espaço, gostoso de passear por ele, cheio de luz e paz. Vou seguir vc.

Eliane Alcântara. disse...

Seja bem-vindo, Adriano. Obrigada; também já me tornei seguidora do seu : ) Beijinhos.